Principais dúvidas sobre o Crédito associativo:

Padrão

 1. O que é o crédito associativo?

a. O crédito associativo é o financiamento à produção da Caixa que demanda a formação de um primeiro grupo, cujos financiamentos, FGTS e subsídio somam o custo da obra da primeira fase de torres mais toda a área comum do empreendimento.

2. Qual a diferença entre repasse e crédito associativo?

a.O repasse é o momento em que o cliente efetiva o financiamento junto à Caixa e ocorre somente após a entrega das chaves. Os incorporadores que fazem somente o repasse e não utilizam o crédito associativo não obtém os recursos para financiamento à produção da Caixa, mas de outras fontes de capital tais como abertura de ações em bolsa, adiantamento de recebíveis com bancos entre outros. Neste caso o incorporador demanda do cliente em torno de 30% do valor do apartamento até a entrega das chaves, pois não tem 100% do capital para financiamento da obra.

3. Porque o crédito associativo dá mais vantagens para o cliente?

a.Ele dá mais vantagens porque a Caixa efetua análise técnica e jurídica do empreendimento e mantém sob sua gestão os recursos necessários para a conclusão das obras e legalização do empreendimento, além de efetuar vistorias mensais na obra para liberação dos recursos. O cliente conta também com o Seguro de garantia de término de obra, além dos seguros que cobrem desemprego e morte e invalidez permanente, que no caso de morte ou invalidez permanente o financiamento é quitado.

4. Quais as “desvantagens” do crédito associativo?

a.A Caixa é bastante exigente e tem uma burocracia maior para aprovar o financiamento do cliente. Ela tem várias instâncias de aprovação e a documentação pedida para o cliente é bastante extensa, podendo o correspondente pedir repetidas vezes a mesma documentação ou outras que a Caixa venha a exigir, além de atualizações dos documentos entregues anteriormente. Por essas razões é possível que um empreendimento demore um pouco mais que o normal para ter suas obras iniciadas e o contrato com a Caixa assinado.

5. Porque a Caixa nega um financiamento, ou aprova um valor abaixo ou acima do proposto ?

a.A Caixa não divulga a política de crédito aplicada, entretanto ela deixa claro que o histórico de crédito, endividamento e até mesmo a conjuntura econômica influenciam na aprovação e definição de limites. Esta informação é confidencial e a Caixa não comunica as razões para o incorporador ou o cliente. Temos que apenas aplicar a decisão tomada por ela.

6. Quais são as requisições para o cliente ter o crédito aprovado pela Caixa e assinar o contrato?

a. Não ter o nome no SPC/Serasa até o dia da assinatura do contrato
b. Estar com a situação regular perante a Recita Federal
c.Documentação:
i. RG e CPF
ii. Certidão de casamento ou nascimento atualizada com menos de 3 meses
iii. Comprovante de endereço com no máximo 30 dias
iv. Declaração do empregador caso trabalhe fora do município onde está comprando o imóvel ou a sede da empresa não se situe no município.
v. Hollerith dos últimos 3 meses, com atualização mensal até a assinatura com a Caixa
vi. Declaração de IR caso o salário seja maior que R$ 1500.
vii. Ter renda LIVRE o suficiente para pagar o financiamento, porém esta é uma avaliação da Caixa. Para se obter a renda livre deve-se descontar outros financiamentos, parcelamentos de cartões, empréstimos com bancos, pensões, aluguel e outras contas básicas.

Fonte: CAIXA

Se caso você ainda tiver qualquer dúvida não hesite em ligar, temos uma equipe preparada para sanar suas  dúvidas.

 

About these ads

»

  1. Pingback: CRÉDITO ASSOCIATIVO, O QUE É E PARA QUE SERVE: | Residencial Green Park

  2. OLa!

    gostaria de saber como é esse contrato associativo? Se tem juros ou taxa durante a obra na planta?

    grato! Sidney

  3. OLa!

    Gostaria de saber como é esse contrato associativo? Se tem juros ou taxa durante a obra na planta? (vcs podem apagar meu numero de cel que esta ai na msg)!

    grato! Sidney

    • Como funciona o crédito associativo da Caixa Econômica Federal: Enquanto a obra está em andamento e o comprador não recebe o imóvel, paga-se somente o seguro e a correção do financiamento (entre 10% e 15% da parcela cheia do financiamento). A própria Caixa se encarrega de fiscalizar e os recursos são liberados somente se o cronograma da construção for cumprido.
      Para imóveis de até R$150 mil / R$ 180 mil (Capitais) e R$ 130 mil nas regiões metropolitanas, é a renda familiar que define a taxa de juros. Acima deste valor, a tabela é outra, variando de acordo com o valor do imóvel.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s